Homem é preso em Goianésia pelo crime de receptação

581

Homem é preso em Goianésia pelo crime de receptaçãoA Polícia Civil de Goianésia prendeu em flagrante, no dia 25 de fevereiro, Daniel Leão Miranda, de 29 anos, pelo crime de receptação. Ele é suspeito de ter adquirido um veículo clonado, por meio de um grupo de WathsApp denominado “Gambira Goiânia”, ao preço de R$ 15 mil. O carro original é avaliado em R$ 50 mil.

Conforme relatos da delegada Poliana Bergamo, a polícia foi informada que o proprietário de uma Saveiro Cross, ano 2015, residente em Goiânia, recebeu diversas infrações de trânsito provenientes das cidades de Goianésia e Barro Alto. Diante dos indícios de se tratar de carro clonado, as investigações foram iniciadas.

Após diligências, os policiais descobriram que Daniel, morador de Barro Alto, adquiriu o veículo clonado na cidade de Goiânia. À polícia, Daniel informou que o motor do veículo fundiu e que, por isso, adquiriu um novo motor em Goiânia, no Bairro Canaã, e colocou na Saveiro. Ele teria, então, vendido o veículo irregular para um senhor de Goianésia.

Os policiais encontraram no estabelecimento comercial de Daniel o motor original da saveiro clonada e logo perceberam que se tratava de um motor visivelmente adulterado, já que os numerais apresentavam sinais grosseiros de remarcação. Assim, por configurar o crime de receptação, os policias deram voz de prisão e conduziram Daniel a Delegacia de Polícia. Daniel confirmou que um despachante lhe afirmou que o documento do veículo parecia ser falso. Mesmo assim, ele vendeu o veículo clonado, cometendo um novo crime.