Homem é preso por estupro de vulnerável e posse ilegal de arma de fogo, em Pontalina

65

Última atualização: 8 de setembro de 2021 às 07:59 am

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Pontalina, prendeu em flagrante, na sexta-feira 93), um homem de 43 anos, suspeito de abusar sexualmente de sua enteada. A menor tem 13 anos de idade.

O suspeito foi preso  durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência.

Após receber denúncias anônimas que apontavam para supostos abusos praticados pelo investigado, foi iniciada investigação, a qual culminou em uma representação da Autoridade Policial por busca e apreensão domiciliar.

Durante o cumprimento, apurou-se que o investigado residia com sua esposa e três enteados, dentre eles a vítima, uma menina de 13 anos de idade. Na ocasião, foram apreendidos documentos que atestaram a gravidez da vítima, tais como exames laboratoriais e ultrassom. 

Em seguida, também foi constatada a ocorrência de abortamento, uma vez que resíduos de um embrião foram encontrados na residência.

O investigado, conforme conversas de WhastApp, constantes no aparelho celular da vítima e dele, estaria marcando de ter relações sexuais com a vítima na data da busca, o que não ocorreu por conta da chegada da equipe policial. O aparelho celular do investigado continha fotografias de lençóis sujos com o sangue da vítima, datadas de 28 de agosto, indicando o registro do aborto.

Além disso, ainda durante a busca, foi encontrada uma arma de fogo do tipo revólver, calibre .38, no quarto do investigado, o qual, por sua vez, não possuía a documentação exigida para possuí-la em sua residência.

Diante dos fatos acima, o homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e posse irregular de arma de fogo de uso permitido e, após os procedimentos de praxes, foi recolhido na Unidade Prisional de Pontalina, ficando a disposição do Poder Judiciário.