Homem que pressionou mulher a abortar filho gerado pelos dois é preso, em Jataí

198

A Polícia Civil de Goiás, na última terça-feira (29/11), por meio da equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Jataí, localizou e prendeu em flagrante o autor, de 21 anos, que coagia a mulher a interromper a gravidez resultado de um curto relacionamento amoroso.

A vítima teria conhecido o autor por um aplicativo de encontros, iniciando um relacionamento amoroso que chegou ao fim diante da descoberta da gravidez e a recusa do autor em assumir a paternidade.

Diante da descoberta da gravidez, vítima e autor trocaram várias mensagens por meio do WhatsApp, tendo o autor, em diversos momentos, pressionado a vítima a interromper a gravidez.

Testemunhas ouvidas na investigação reportaram que, diante da negativa da vítima em abortar, o autor teria comparecido a casa da jovem, durante a madrugada e na companhia de um primo, aparentemente para exercer pressão pela concretização do aborto.

As mesmas testemunhas, uma delas irmã da vítima, recebeu, na mesma noite, mensagens do genitor do autor, que se identificou como ex-policial militar e morador do Rio de Janeiro, dizendo que viria pessoalmente à cidade de Jataí e resolveria de outro modo. Nas citadas mensagens, o pai do autor informou que teria amigos policiais, continuando claramente a intimidar a vítima, devendo, assim, responder na mesma investigação pelo crime de ameaça.

Diante da violência psicológica sofrida, a vítima vem apresentando sentimentos de pânico e medo, além de sangramento uterino.