Inteligência emocional em tempos de crise

179

Uma das definições de Inteligência Emocional se refere ao equilíbrio entre a razão e as emoções. É comum encontrarmos pessoas com altas habilidades intelectuais, mas com dificuldades para manejar conflitos intra e interpessoais.

Podemos apontar como componentes da Inteligência Emocional, segundo Daniel Goleman: o autoconhecimento, a consciência emocional, a empatia, a motivação e a habilidade para relacionar-se.
Assim, uma estratégia importante é a autopercepção, com a intenção de avaliar quais desses componentes estão bem desenvolvidos e quais precisam ser ampliados.

Algumas perguntas podem ajudar a guiar sua reflexão, tais como: como costumo reagir diante de conflitos? Eu sei quais circunstâncias funcionam com “gatilho” para uma desorganização emocional? Quais estratégias eu sei usar para me autorregular em situações de tensão? Tenho mantido a motivação mesmo diante das adversidades? Meus relacionamentos estão satisfatórios?

Faça uma reunião consigo mesmo e avalie onde precisa concentrar esforços para ampliar sua Inteligência Emocional.