Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho

163

Os transtornos do sistema osteomuscular relacionados ao trabalho são conhecidos há muito tempo e, inicialmente, associados ao trabalho pesado com esforços excessivos. A partir dos anos 80, estes problemas adquiriram expressão significativa no mundo todo e também no Brasil, tanto pelo aumento do número de casos, quanto por afetar trabalhadores de diversos ramos de atividades.

As LER/DORT são definidas como transtornos do sistema osteomuscular e dos nervos periféricos que atingem principalmente as regiões dos membros superiores, pescoço, dorso e algumas vezes também os membros inferiores. Caracterizam-se pela presença de variados sintomas, tais como dor, dormências, sensações de irradiação de choques, peso e fadiga muscular nas regiões afetadas.

A alta demanda de movimentos ou esforços repetitivos, necessidade de permanência estática em determinadas posições por tempo prolongado, além do mobiliário, equipamentos e ferramentas que não propiciam conforto e facilitação para a execução das tarefas são alguns dos fatores envolvidos na causa das LER/DORT.

As lesões se expressam em diversos tipos de diagnósticos específicos, como tendinites, sinovites, tenossinovites, epicondilites, diversas síndromes de compressões nervosas, dorsalgias e outros.

O tratamento ideal é considerado como resultante da colaboração de diversos profissionais que devem responsabilizar-se pela avaliação de cada um dos casos atendidos e pela definição de um procedimento terapêutico individualizado correspondente. Esta equipe deve orientar e informar o paciente acerca de sua condição e contexto, visando uma participação ativa deste no processo de recuperação; propiciar emancipação e autonomia do paciente em relação ao tratamento adequado a sua sintomatologia.

Discutir as repercussões das LER/DORT no seu cotidiano familiar e social; possibilitar a ressignificação da doença, seus determinantes e suas consequências, diminui a ansiedade, angústia e depressão do cotidiano; aumentando gradativamente a capacidade laboral e possibilitar o retorno ao trabalho.

Fonte: Dia Internacional de Combate e Conscientização sobre LER/DORT. Disponível em: http://www.cvs.saude.sp.gov.br/

Chiavegato Filho, Luiz Gonzaga, & Pereira Jr., Alfredo. (2004). LER/DORT: multifatorialidade etiológica e modelos explicativos.