Médico é preso em Goiânia por utilizar equipamento roubado em Itumbiara

540
equipamento
Equipamento é avaliado em R$ 75 mil

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (17) o médico dermatologista Marco Henrique Chaul, de 36 anos, em Goiânia. Ele é suspeito de comprar e utilizar em tratamentos estéticos uma máquina roubada, avaliada em R$ 75 mil. De acordo com as investigações, o equipamento foi roubado em Itumbiara, quando cinco indivíduos armados abordaram o veículo que fazia o transporte da máquina.

Após três meses de investigação, policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Itumbiara conseguiram localizar o equipamento, que estava sendo utilizado em uma clínica localizada no Setor Sul, na capital. O equipamento, chamado Cool Shaping, de criolipólise, é utilizado para tratamento estético de perda de gordura e redução de medidas.

O investigado foi preso em flagrante delito pelos policiais civis com o objeto roubado e conduzido até a sede da 1ª Delegacia Regional de Polícia de Goiânia, sendo apresentado ao delegado Regional Alexandre Lourenço. O procedimento, por sua vez, foi lavrado no plantão do 1º Distrito Policial da Capital. Marcos foi autuado por receptação qualificada.

De acordo com a delegada do 1º Distrito Policial da capital, Jocelaine Braz Batista, o médico negou que tenha comprado o equipamento. Na versão do preso, o equipamento estava passando por um teste e teria sido repassado por um cunhado dele. Jocelaine acredita que, por não ter outras passagens pela polícia, o médico pode responder ao processo em liberdade.