Menor suspeito de latrocínio é apreendido pelo Gepatri de Luziânia

296

C.L.F.S.Os policiais civis Yzack, Alex, Bruna e Paulo Henrique, sob a coordenação do delegado Daniel Marcelino, lotados no Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia, apreenderam o adolescente C.L.F.S, no dia 25 de agosto, em cumprimento a um mandado de internação provisória por ato infracional análogo ao crime de latrocínio.

O crime, ocorrido no mês de março do ano corrente, chocou a população de Luziânia pela frieza e crueldade. Na ocasião, o adolescente C.L.F.S. e um comparsa foram até a casa de Walter Carlos Barbosa da Silva, um idoso de 76 anos de idade. Ao chegarem no local, anunciaram um assalto e, em seguida, agrediram e estrangularam a vítima dentro da residência.

Após ceifarem a vida do idoso, os autores saíram em fuga, levando consigo uma televisão, um aparelho de som, sabonetes e dois frangos que estavam na geladeira. Após investigações, os policiais identificaram a autoria do delito e localizaram os bens subtraídos da casa do idoso, os quais foram devolvidos aos parentes. O menor está à disposição do Poder Judiciário.