Operação conjunta em Goianésia tira de circulação mais dois traficantes

393

Logo PCUma ação integrada entre policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Goianésia e policiais militares do 23º BPM resultou, no dia 27 de novembro, nas prisões Leonardo Luiz Camargo e Diogo Camargo Bertunes, ambos de 19 anos, flagrados transportando drogas na GO-080. A dupla foi abordada na rodovia depois de uma denúncia anônima feita do Disque Denúncia de Anápolis.

De acordo com as investigações, a denúncia dava conta de um veículo com placas de Goianésia que havia ficado estacionado desde o dia anterior num bairro de Anápolis e cujos ocupantes apresentavam atitude suspeita. O carro teria deixado o local já no início da madrugada, rumo à BR-153, sentido Jaraguá.

De posse desta informação os policiais civis da 15ª DRP de Goianésia fizeram cerco em todas a entrada de Goianésia e solicitaram apoio da Polícia Militar. No veículo, cuja placa também havia sido informada na denúncia, os policiais encontraram seis tabletes de maconha, com aproximadamente um quilo cada. Os suspeitos já eram conhecidos da Polícia Civil disseram que esta é a segunda vez que buscam drogas em Anápolis.

Durante as diligências para prender a dupla de traficantes, os policiais civis prenderam também o foragido da justiça, Carlos Eduardo Pereira da Mata, de 20 anos, que responde pelo crime de roubo. Os suspeitos flagrados transportando a maconha foram autuados pelo crime de tráfico de drogas.

O delegado Marco Antônio, regional da 15ª DRP e coordenador do GENARC de Goianésia, afirma que não dará trégua para o tráfico de drogas na cidade. Segundo ele, só em novembro, foram presas 24 pessoas, sendo 16 suspeitos de tráfico de drogas, seis assaltantes, um homicida, um receptador e um autor de furtos, além de apreender uma grande quantia em dinheiro, armas de fogo e veículos roubados.