Operação em Itumbiara prende 15 reeducandos por prática de novos crimes

531
operação itumbiara
Mandados foram cumpridos ao amanhecer do dia

Uma operação deflagrada na madrugada desta quarta-feira (25), em Itumbiara, no sul do Estado, resultou na prisão de 15 reeducandos do regime aberto e semiaberto. A ação, coordenada pela 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil, foi realizada em parceira com a Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (SEAP) e contou com a participação de cerca de 60 policiais civis. Todos os alvos da operação eram monitorados por tornozeleira eletrônica.

De acordo com o delegado regional, Ricardo Chueire, nos últimos tempos, a Polícia Civil começou a lidar com reeducados monitorados que estavam praticando novos crimes, principalmente assaltos e tráfico de drogas. Ao mesmo tempo, a SEAP passou a constatar violação das áreas de inclusão – locais em que os mesmos são autorizados a ficar em dias e horários pré-estabelecidos, através da tentativa de supressão do sinal das tornozeleiras.

Segundo investigações da SEAP, os reeducandos têm empregado papel alumínio laminado e alumínio de marmitex, para envolver o equipamento no tornozelo. Outros utilizam um aparelho portátil tipo jammer, para iludir o monitoramento pela supressão temporária do sinal. No entanto, a SEAP consegue constatar todas essas violações e, por isso, informou a Vara de Execuções Penais que, após parecer do Ministério Público o Judiciário, promoveu a regressão do regime.

Da mesma forma, a Polícia Civil representou ao Judiciário pelos mandados de busca e apreensão direcionados aos 15 indivíduos monitorados, detidos simultaneamente em vários bairros de Itumbiara. Participaram da ação policiais de todas as unidades da 6ª regional, assim como equipes do Grupo Tático 3, Grupo de Operação Regionais e servidores da SEAP e da Central de Monitoramento Local. Os 15 detidos foram submetidos a exame de corpo de delito e recolhidos ao Presídio Regional de Sarandi, em Itumbiara.