Operação Ostentação prende traficantes em Itapuranga

1365
traficantes carros
Fernando, Áthila e seus respectivos carros

Suspeitos tinham padrão de vida incompatível com renda – Uma operação do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC), da 4ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), situada na cidade de Goiás, prendeu, no dia 11 de junho, dois homens acusados de tráfico de drogas e outro, por posse de munição. A ação, denominada Operação Ostentação, contou com o apoio das delegacias de Itaberaí e de Itapuranga, onde foram realizadas as prisões.

De acordo com as investigações, coordenadas pelo delegado Rodrigo do Carmo Godinho, os suspeitos ostentavam um padrão de vida incompatível com suas rendas e financiavam festas na região, situação que motivou o monitoramento e a consequente representação por mandado de busca e apreensão.

Segundo o delegado, as suspeitas aumentaram quando Fernando Pires Coelho, de 28 anos, e Áthila Lopes Garcia, de 24, adquiriram veículos de luxo. Ambos tentavam omitir prática ilícita. No caso de Fernando, ele mantinha uma empresa de fachada. Já Áthila, tinha um emprego fixo com registro em carteira, numa confecção da cidade.

Ao cumprir os mandados na casa dos investigados, Fernando e Áthila foram presos em flagrante, uma vez que, no local, foram apreendidos cerca de 350 gramas de cocaína, 100 gramas de crack, 90 gramas de maconha, duas balanças de precisão, 18 comprimidos de estimulante sexual, além de quatro munições calibre 38.

Os veículos estacionados na garagem também foram apreendidos, sendo um Ford Fusion, um Chevrolet Cruze Sedan e uma moto Honda Biz. De acordo com as investigações, os veículos são proveito de crime. Na mesma ocasião, o pai de um dos traficantes foi detido, por portar munições calibre 22.