Operação prende dona de casa de prostituição em Luziânia

493
Maria das Graças de Oliveira
Maria das Graças de Oliveira

Em operação conjunta deflagrada durante a madrugada do dia 18 de março, policiais civis da Delegacia de Apuração de Atos Infracionais e da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depai/DPCA) de Luziânia, com o apoio de policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos e do Grupo de Investigação de Homicídios (Genarc/GIH) de Luziânia, cumpriram mandado de prisão preventiva em desfavor de Maria das Graças de Oliveira.

Segundo o delegado Marcus Brener, coordenador da Depai/DPCA, Maria das Graças foi indiciada por manter casa de prostituição no município e explorar sexualmente adolescentes. Ela foi encaminhada ao presídio feminino de Luziânia, onde se encontra à disposição da Justiça.