PC cumpre meta imposta pela CGE para mapeamento de riscos de corrupção

242

anticorrupçãoO secretário de Estado-Chefe da Controladoria-Geral do Estado de Goiás, Adauto Barbosa Júnior, encaminhou ofício ao delegado-geral, Álvaro Cássio dos Santos, parabenizando a Polícia Civil por ter cumprido a meta semestral de mapeamento de riscos de corrupção. A CGE fixou, por meio da Instrução Normativa nº 001/2015, a obrigatoriedade de mapeamento de, no mínimo, cinco processos organizacionais e/ou serviços.

No expediente enviado ao delegado-geral, Barbosa Júnior atesta: “parabenizo vossa excelência pelo desempenho dessa unidade administrativa (Polícia Civil) no presente ciclo e, à oportunidade, solicito vosso empenho na elaboração dos planos de melhoria oriundos dos processos mapeados, bem como em dar continuidade à implementação da metodologia de mapeamento de riscos”.