PCGO indicia empresário por morte decorrente de acidente de trabalho em Baliza

39

A Polícia Civil indiciou três pessoas por homicídio culposo decorrente de acidente de trabalho ocorrido no município de Baliza. O acidente foi no final de janeiro deste ano, durante a execução de uma reforma na Escola Estadual Dr. José Feliciano Ferreira. A vítima, que era empregada de um prestador de serviços, morreu após receber uma descarga elétrica ao manusear uma betoneira, que estava em péssimo estado de conservação. Constatou-se também que a empresa contratada não fornecia equipamentos de proteção individual (EPI) aos empregados.

Foram indiciados o dono da empresa contratada, o prestador de serviço terceirizado e a fiscal do contrato. De acordo com a investigação, cada um deles teve uma parcela de culpa no resultado morte, o que deve ser individualizado em eventual condenação pelo Poder Judiciário. O caso agora será remetido ao Ministério Público do Estado de Goiás, que decidirá pelo oferecimento ou não da denúncia.