Polícia Civil de Valparaíso fecha casa de jogos de azar

289
jogos de azar2
Carro funcionava no Bairro Esplanada III

Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Valparaíso, em ação conjunta com policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios e Grupo de Repressão a Narcóticos (GIH/GENARC), fecharam, no dia 23 de abril de 2015, um estabelecimento clandestino voltado à exploração de jogos de azar, no bairro Esplanada III, naquele município.

Na ação, foram apreendidas 30 máquinas caça-níqueis, diversos recibos e notas, uma máquina de cartão de crédito, caderno de controle de apostas, além da quantia de R$ 5 mil em dinheiro, que estavam no interior das máquinas, bem como um cheque de R$ 250.

No local, além da gerente Clarice Vieira de Castro, encontravam-se sete apostadores. Destaca-se que esta é a quarta vez que ela tem envolvimento com jogos de azar, dos quais, dois ocorreram na cidade de Águas Lindas de Goiás e, dois, incluindo o desta data, em Valparaíso.

Todos os envolvidos foram conduzidos para 1ª Delegacia de Valparaíso, onde foi lavrado contra eles um Termo Circunstanciado de Ocorrência pela prática contravencional de exploração de jogos de azar, tipificada no artigo 50 da Lei de Contravenções Penais.