Polícia Civil desvenda homicídio em Itumbiara e procura foragido

763
O foragido Rafael.
O foragido Rafael Barbosa Guimarães.

A Divisão de Homicídios da 2ª DDP de Itumbiara, chefiada pelo delegado Vinícius de Castro Penna, concluiu nesta quinta-feira (15/12) as investigações do inquérito que apurava o homicídio qualificado ocorrido em 23 de março deste ano contra Murilo Alves Rodrigues Vaz. “Com a diligência de busca e apreensão cumprida na manhã de hoje, os trabalhos da Polícia a respeito desse caso estão concluídos”, afirmou Penna.

De acordo com o delegado, a vítima teria sido covardemente assassinada por Gleison Diniz da Silva e Rafael Barbosa Guimarães tendo sido atingida, em plena via pública, por 13 disparos de arma de fogo, fato motivado pelo envolvimento da vítima com a adolescente Infratora V.M.C., namorada de Gleison Diniz da Silva, que teve participação no crime atraindo a vítima para a emboscada.

Ao longo dos trabalhos os policiais descobriram que os criminosos haviam gravado a execução de outra vítima, delito executado nos mesmos moldes do investigado. No vídeo se identifica a presença dos investigados Gleison e Rafael e mais duas menores.

O caso se refere à vítima Fabrício Francisco do Nascimento, que estaria desaparecido desde a noite do dia 02 de março de 16. De acordo com Vinícius Penna, a vítima Fabrício deixou seu local de trabalho com uma motocicleta que foi encontrada carbonizada dias depois na zona rural da cidade. O inquérito deste caso ainda encontra-se em andamento na 1ª DDP de Itumbiara.

Pelo crime Investigado na 2ª DDP, Gleison foi localizado na cidade de Cuité (PB), onde em trabalho com a Polícia Civil paraibana teve cumprido contra si mandado de prisão preventiva. O comparsa Rafael Barbosa Guimarães é considerado foragido da Justiça e qualquer informação pode ser repassada à Polícia Civil pelos telefones 197 ou (64) 3431-7789.