Policial Civil de Goiás ministra curso para Ministério Público acreano

176

O coordenador do Núcleo de Desenvolvimento da Polícia Civil do Estado de Goiás, Arnaldo Batista de Souza Filho, ministrou, neste mês de março, um treinamento para utilização de ferramentas de auxílio à investigação que requeiram análise de grande volume de dados. O curso foi oferecido para servidores do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Núcleo de Apoio Técnico (NAT), e teve duração de 50 horas.

Os softwares são “IBM i2 Analyst’s Notebook” e “iBase”, ferramentas que são utilizadas pelos órgãos fiscalizadores e de investigação, para fornecer base de dados, possibilitando a revelação de vínculos entre registros diversos e sua visão sistemática. Os softwares vão contribuir para o gerenciamento de informações que envolvem, por exemplo, quebra de sigilo telefônico e bancário.

A capacitação ocorreu na sede da Procuradoria da República no Acre e é fruto de uma parceria que compreende, além do MP acreano, por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), o Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal, Polícia Federal e Controladoria-Geral da União.