Presas mulheres que escondiam drogas e telefones nas partes íntimas

993
mulheres luziania
Mulheres tentavam entrar em presidio com drogas e celulares

Quatro mulheres foram presas em flagrante no dia 28 de janeiro ao tentar entrar com celulares e drogas no presídio de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Os entorpecentes e o aparelho telefônico eram transportados nas partes íntimas das suspeitas.

Porções de maconha e cocaína seriam entregues aos maridos das mulheres, que estão presos na cadeia da cidade. O flagrante foi feito por policiais do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) em parceria com agentes prisionais.

Dayane Cristina Mendes Machado, de 31 anos, Joana Mota de Deus, 31, e Eloídes dos Santos Luz, 26, foram autuadas por tráfico de drogas. Aline Fialho Fagundes, de 26 anos, foi presa ao tentar entrar na cadeia com um celular escondido no ânus. (Texto: Rádio 730)