Presos dois funcionários do presídio de Luziânia que facilitaram fuga de detento

596

O Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia prendeu, nessa terça-feira (24), dois funcionários do presídio da cidade suspeitos de facilitarem a fuga de um detento. Foram presos, durante a Operação Redenção, D. V. S., agente de segurança prisional, e F. L. A., funcionário da prefeitura de Luziânia cedido à CPP.

O fato ocorreu no dia 6 de agosto, quando o preso Rodolfo de Lima Pereira fugiu da Casa de Prisão Provisória enquanto realiza um serviço de pintura externa.