Suspeito de abusar da enteada de sete anos é preso em Pontalina

432
DIEGO PIRES DE OLIVEIRA
Diego Pires de Oliveira

Policiais civis de Pontalina e Cromínia prenderam, no dia 30 de março de 2016, Diego Pires de Oliveira, de 30 anos, em cumprimento a mandado de prisão preventiva por crime de estupro de vulnerável. De acordo com a Polícia Civil de Pontalina, Diego foi investigado por abusar sexualmente de sua enteada, de apenas sete anos, além de praticar maus tratos contra a criança.

Foi instaurado Inquérito Policial para apuração dos fatos e a Polícia Civil representou ao Poder Judiciário pela representação da prisão preventiva de Diego, a qual foi decretada pelo Poder Judiciário. Durante o cumprimento do mandado de prisão, policiais civis ainda apreenderam uma espingarda calibre .32 em poder do acusado.

Diego foi preso e recolhido na Cadeia Pública de Cromínia e responderá a crime previsto no Artigo 217-A, do Código Penal Brasileiro (estupro de vulnerável), que prevê pena de reclusão de oito a 15 anos de prisão, além do crime de posse ilegal de arma de fogo, previsto no Artigo 12 da Lei n.º 10.826/2003, que prevê pena de detenção de um a três anos de prisão.