Suspeito de estuprar filha é preso pela Polícia Civil de Novo Gama

481
jns
J.N.S. teria estuprado própria filha

Policiais civis de Novo Gama, no entorno de Brasília, cumpriram, no dia 9 de março, Mandado de Prisão Temporária em desfavor de J. N. S., de 38 anos. Ele é acusado de ter praticado o crime de estupro de vulnerável, contra a própria filha, J.S.G. de 12 anos.

De acordo com a denúncia que ensejou o mandado, a mãe da criança, R.M.G., de 37 anos, teria feito uma viagem para o nordeste, deixando a filha na companhia do pai. Quando chegou, notou que a menina estava diferente, mas não a questionou sobre o motivo. Ela só tomou conhecimento do fato por intermédio do Conselho Tutelar, que foi informado do crime pela diretora da escola, onde a vítima estuda.

De acordo com as investigações, a vítima teria contado para a diretora que todas as vezes que seu pai a buscava na escola, ele a levava para um matagal e a estuprava. A vítima teria dito ainda que, também na ausência de sua mãe, o pai a violentava. Segundo ela, o pai a ameaçava para que não contasse sobre os abusos.

Após as denúncias, o delegado responsável pelo caso, Danillo Martins, requisitou exame médico, cujo resultado confirmou a prática do crime. O delegado também ouviu testemunhas, ocasião em que representou pela prisão do investigado. Expedida a ordem judicial, os policiais civis começaram as diligências em busca do suspeito.