Suspeito de matar desafeto em festa é preso em Goianésia

490
nayron
Nayron Camargo

Policiais civis lotados na Delegacia de Polícia Civil de Goianésia, com o auxílio do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) daquele município, efetuaram, no dia 15 de agosto, a prisão de Nayron Camargo, vulgo “Cocá”, de 18 anos, principal suspeito de ser o autor do homicídio Ronaldo Santos Emílio, de 23 anos, ocorrido na madrugada anterior, no Salão Verde do Clube Campestre, onde ocorria uma festa de som automotivo.

Após ouvir testemunhas e cruzar as informações com o banco de dados do GENARC, a polícia identificou o suspeito, localizado em seguida, no Bairro Covoá, com a ajuda de denúncias anônimas. Em depoimento, Nayron confessou o crime, mas alegou ter agido em legítima defesa, uma vez que Ronaldo havia atirado contra ele na semana anterior. Durante a festa, segundo o acusado, Ronaldo teria insinuado estar armado. Suspeito e vítima eram investigados pelo GENARC, por tráfico de drogas.