Suspeitos de homicídio são presos em Caldas Novas

640
homicidas caldas
Jackson, Wender e Walefi

Trio executou vítima por dívida de droga – A Polícia Civil de Caldas Novas prendeu, nos dias 1º e 2 de julho, os suspeitos da morte de Hudson Flávio da Silva, morto a tiros no dia 7 de junho, no Setor Parque Real, na mesma cidade. A vítima foi executada por uma dívida de R$ 200. Um dos suspeitos é velho conhecido da polícia.

De acordo com as investigações, conduzidas pelo delegado titular Alexandre Câmara, a vítima devia dinheiro para Jackson Januário da Silva, referente a compra de drogas. Jackson, que teria dirigido o carro utilizado no dia do crime, já responde por homicídio, ocorrido em 2012, além de ser considerado um dos maiores traficantes da região.

Segundo o delegado, que representou pelas prisões temporárias, Jackson conduziu até o local da execução os autores Wender Carlos Barbosa Ilode e Walefi Barbosa Ilode, que efetuaram os disparos.

Jackson foi detido no dia 1º de julho, por policiais do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Itumbiara, em cumprimento ao mandado de prisão. Wender e Walefi foram presos no dia seguinte por agentes de polícia de Caldas Novas.

Além da periculosidade dos presos, Alexandre Câmara chama também a atenção também para as ameaças proferidas pelos suspeitos contra familiares da vítima, bem como contra testemunhas, fato este que dificultou as investigações.