Tráfico e homicídios: Operação em Goianésia prende nove pessoas

1266
operação goianésia
Parte dos detidos em operação

A Polícia Civil de Goianésia, coordenada pelo delegado Marco Antônio Maia, realizou operação, entre os dias 14 e 18 de julho, que resultou na prisão de nove pessoas e na apreensão de armas, um veículo e drogas. As prisões ocorreram em decorrência do cumprimento de mandados e flagrantes. Entre os presos, estão acusados de tráfico e homicídios.

Ao todo, foram apreendidos seis quilos de maconha, uma camionete Hilux, uma balança digital, três armas de fogo e um simulacro de arma de fogo, utilizados para cometer diversos crimes. Seis prisões ocorreram em virtude de mandados e três, em flagrante, por tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Os presos são: Marco Túlio Batista Fernandes, o “Tulinho”, de 22 anos, acusado de tráfico de drogas e de um duplo homicídio ocorrido no dia 1º de fevereiro deste ano, em Goianésia; Antônio Luiz Amorim Barbosa, o “Maranhão”, de 22 anos, acusado de cometer um crime de latrocínio e ocultação de cadáver, fato ocorrido no dia 8 de julho de 2015, em Pirenópolis.

Entre os detidos estão ainda Wésley Gomes Lemes, vulgo “B”, de 19 anos, principal suspeito de cometer um homicídio no Residencial Paulo Dias, em 19 de abril deste ano; Wanderson Alves da Silva, o “Neguinho da Pecuária”, de 23 anos, com dois mandados de prisão por tentativa de homicídio e de tráfico de drogas; e Valdo Bezerra da Silva, o “Valtim”, de 40 anos, foragido da justiça, acusado de homicídio ocorrido em maio de 2012, no distrito de Cafelândia, município de Goianésia.

Laurentino Cipriano Gomes, de 20 anos, foi preso em virtude de mandado de prisão. Ele é acusado de cometer um homicídio em Goianésia, no último dia 11, contra um adolescente de 17 anos. Eduardo Dorneles do Carmo, o “Eduardinho”, de 31 anos, a esposa dele, Juliana Rocha Rodrigues, de 22 anos; e Daniela Noel Alves, de 21 anos, foram presos em flagrante por tráfico.