Travesti é preso acusado de morte após aplicação do hidrogel

771

A 3ª Delegacia Distrital de Polícia de Goiânia cumpriu mandado de prisão temporária, expedido pela Comarca de São Paulo, em desfavor do travesti Jonathan Alves Franco, pela prática do delito de homicídio.

O investigado aplicou hidrogel nas nádegas da vítima, que veio a óbito em razão de complicações decorrentes do procedimento. O crime aconteceu em São Paulo e Jonathan estava foragido na capital goiana.